sábado, 11 de agosto de 2018

Portal de Cursos Abertos (PoCA) - Iniciativa UFSCar

Fonte da imagem: http://poca.ufscar.br/cursos/

Sempre engajada em contribuir com a formação de qualidade e com a Educação a Distância, a UFSCar laçou em julho deste ano o PoCA. Um portal destinado à realização de cursos a distância, gratuitos e com certificação. Além de poder realizar os cursos, também é possível enviar propostas de novos cursos. 

Para conferir os cursos disponíveis e saber mais, basta acessar o endereço:

Eis um bom exemplo de quem pesquisa e trabalha para contribuir com a ampliação do acesso e com a qualidade da educação. Muitos lacres para *s envolvid*s na iniciativa.

Curso online gratuito oferecido pelo Instituto Paulo Freire - Jornada Pedagógica: A escola dos meus sonhos

Para quem não se inscreveu, ainda dá tempo!!! Acesse o link da EaD Freiriana e siga as instruções para participar do curso online, gratuito e com certificação de 8h, intitulado "A escola dos meus sonhos". O curso ocorre de 08 a 11/08/18 com quatro videoaulas, assim distribuídas:
  1. A boniteza de ser professor - Prof. Moacir Gadotti
  2. Paulo Freire e a educação do futuro: tecnologia e emancipação social - Prof. Moacir Gadotti
  3. Qualidade da educação - Prof. Moacir Gadotti
  4. Síntese e apresentação do curso completo "A escola dos meus sonhos" edição 2018 - Profs. Paulo Roberto Padilha e Ângela Biz Antunes
Para obter a certificação é necessário se inscrever, assistir e comentar as videoaulas. Para mais informações, basta acessar o link do Instituto Paulo Freire no facebook:



sábado, 9 de junho de 2018

Defenda-se?! Campanha de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=0mTpFWuyk6g

A Rede Marista de Solidariedade, por meio do Centro Marista de Defesa da Infância, lançou em jnho de 2014 a campanha "Defenda-se" com o propósito de contribuir com ações preventivas contra o abuso e/ou exploração sexual de crianças e adolescentes. Para tanto,
[...] foram criados vídeos educativos que ilustram situações cotidianas em que a criança pode se defender do abuso ou da exploração sexual, a partir do conhecimento dos seus direitos sexuais, relatando a violência para alguém de confiança ou fazendo a denúncia diretamente para o Disque 100 e outros canais que encaminham as denúncias sobre violações de direitos humanos.
Os vídeos estão disponíveis em LIBRAS, Áudio-Descrição, English e Español. Para mais informações sobre a campanha e acesso a todos os vídeos, é só acessar o link:
Parabéns aos envolvidos na iniciativa!

sábado, 12 de maio de 2018

Sobre inovação educacional - ebook "Escolas ecossistêmicas e complexas: olhares para além da fragmentação"

Fonte da imagem:https://pt.calameo.com/books/0050982498265fa75157e

A serviço de pessoas interessadas em discussões sobre inovação educacional, fica a dica do ebook "Escolas ecossistêmicas e complexas: olhares para além da fragmentação". Organizada por Magda Pereira Pinto e Paula Pereira Scherre, e prefácio de Maria Cândia Moraes, a obra está dividida nos seguintes capítulos:
1. Educação transdisciplinar: fundamentos e caminhos - Magda Pereira Pinto e Paula Pereira Scherre.
2. Escolas sustentáveis: campo para utopias na educação formal - Tereza Moreira, Patrícia Zerlotti, Áurea Garcia e Icléia Vargas.
3. Pedagogia da cooperação: a re-evolução desejada, semeada nas escolas - Carolina Ramalhete Vieira e Karina Guimarães Perpétuo.
4. Em busca de saberes para uma educação para a paz: possibilidades transdisciplinares - Rosamaria de Medeiros Arnt.
5. Escola criativa e criatividade: saber, fazer e interagir - João Henrique Suanno e Marilza Vanessa Rosa Suanno.
A quem se interessar, o link para acesso e download do livro é:
https://pt.calameo.com/read/0050982498265fa75157e

Bom proveito!

sábado, 7 de abril de 2018

Sobre José Pacheco e sobre procurar nas escolas professores que já não tenham morrido

Fonte da imagem: página no facebook de José Pacheco/Comunidades de Aprendizagem

Foi divulgada neste sábado, 07/04, na página do Prof. José Pacheco/Comunidades de Aprendizagem, no facebook, uma proposta de formação que ocorrerá em maio deste ano e com foco nos seguintes aspectos:

  • Transformação vivencial.
  • Reconfiguração da prática pedagógica.
  • Construção de comunidades de aprendizagem.

De acordo com alguns comentários registrados na referida postagem, o curso terá encontros presenciais que ocorrerão em Portugal e também podem ocorrer no Brasil, assim como encontros virtuais. Mais informações podem ser obtidas por meio do endereço eletrônico formacao.pacheco@gmail.com.

Para saber um pouco mais sobre a essência do que defende o Prof. José Pacheco, vale recuperar a entrevista que ele concedeu à Notícias Magazine, em abril do ano passado:


#FicaDica

segunda-feira, 12 de março de 2018

Dia Internacional do Fact-Checking? Comemorado em 2 de abril?

Fonte da imagem: https://apublica.org/2017/03/truco-plano-de-aula-gratuito-ensina-estudantes-a-checar-informacoes/

Confesso que só agora tomei conhecimento do chamado "Dia Internacional do Fact-Checking", comemorado em dois de abril. Independente de a data ser conhecida ou não, vale ressaltar a iniciativa do Instituto Poynter (entidade norte-americana sem fins lucrativos que promove o ensino do jornalismo) que produziu um material voltado para o uso crítico e investigativo das informações que, influenciadas pela intensificação do uso das tecnologias digitais de informação e comunicação (TDICs), são cada vez mais volumosas e rápidas, porém, nem sempre confiáveis.

Fica aí uma boa dica que pode nos ajudar com ideias voltadas para aspectos como produção de texto, imagens, hipertextos e hipermídias com o potencial de favorecer a oralidade, escrita, criatividade, pesquisa, coletividade, autoria...

A tradução do material para o português foi feita pela Agência Pública, a qual apresenta informações sobre este assunto por meio do link:
O download do material pode ser feito pelo link:
Um bom tema para ser comemorado após o dia primeiro de abril. Ideias (boas)!!!!


quinta-feira, 1 de março de 2018

Unesco disponibiliza download de material sobre mulheres na história da África

Fonte da imagem: http://cerejaeditora.com.br/produto/njinga-mbandi-rainha-de-ndongo-e-matamba

A Unesco organizou uma série de obras sobre lideranças femininas africanas. No site https://en.unesco.org/womeninafrica/ é possível ter uma visão de como o trabalho se organiza. Dentre as publicações, está "Njinga Mbande: Rainha do Ndongo e do Matamba", uma personalidade angolana que, dentre outros nomes, marcou a história de força e militância na África.

Especificamente este volume está, gratuitamente, disponível para download, em português:

Mais uma opção para quem garimpa a rede em busca de material que possa contribuir com o processo de ensino-aprendizagem....

Histórias infantis contadas em Libras e compartilhadas na rede: iniciativas inspiradoras

Fonte da imagem: https://www.ufrgs.br/maosaventureiras/

Quer conhecer um site no qual várias histórias infantis são contadas em Libras? Para as respostas positivas #FicaDica do site "Mãos aventureiras", criado pela Profa. de Libras na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Carolina Hessel.

Quem (surdo/a ou não) estiver curioso/a para conhecer as histórias e se inspirar com a iniciativa, eis o link para acesso à página: https://www.ufrgs.br/maosaventureiras/

Façamos bom proveito!!!!

Falta de recurso não é desculpa: Professor de Gana faz desenhos na lousa para ensinar alunos a usar o Word

Fonte da imagem: https://awebic.com/humanidade/word-lousa/

Owura Kwadwo Hottish, é o nome dele!!! Este professor de Gana, que estudou artes visuais, no último dia 15/02/2018, usou sua página do facebook para compartilhar fotos de uma aula em que fez desenhos no quadro, para ensinar os alunos a usarem o editor de texto word. O post virou notícia na rede e desencadeou diversas opiniões.
  • Link do post do Professor: 
  • Uma das páginas em que o caso foi noticiado: 
https://awebic.com/humanidade/word-lousa/

Embora a lamentável e agressiva desigualdade faça com que, enquanto docentes, encontremos várias limitações no processo de ensino-aprendizagem e a responsabilidade de explorar o que o contexto oferece, também é nosso dever refletir criticamente acerca daquilo que ele não oferece, mas deveria. Ao meu ver, tem a ver com o que Freire (2011), denomina de síntese cultural, em "Pedagogia do Oprimido", e Zeichner (2013), de globalização inclusiva da educação, em "Política de formação de professores nos Estados Unidos: como e por que elas afetam vários países do mundo".

Demais pontos de vista são bem vindos!

UAB/UFSCar a serviço da educação do século XXI

Fonte da imagem: http://www.sead.ufscar.br/sead-uabufscar-disponibiliza-colecao-de-livros-didaticos-de-cursos-de-graduacao/

A universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em parceria com a Universidade Aberta do Brasil (UAB), é um bom exemplo de que a Educação a Distância (EaD) pode dar certo. Diversos estudos têm mostrado que fatores como o compromisso institucional, formação docente, pesquisas, são essenciais para a qualidade do processo de ensino-aprendizagem. A UAB/UFSCar demonstra engajamento com estes e outros aspectos e, por isso, destaca-se quando o assunto é EaD pública, gratuita e de qualidade, no Brasil.

Em consonância com a sua trajetória e em comemoração pelo Dia Nacional do Livro Didático, no último dia 27 de fevereiro de 2018, a instituição disponibilizou a:
Coleção UAB-UFSCar, que hoje conta com 147 títulos publicados. Escritos pelos professores da UFSCar, editorados pela Equipe de Editoração da SEaD-UFSCar e publicados pela EdUFSCar, hoje esses materiais encontram-se disponíveis no repositório Livre Saber (Lisa) e, em breve, contarão com licenças Creative Commons, uma iniciativa da Capes para que todos os materiais produzidos para o Projeto UAB estejam em licenciamento aberto. (SEAD, UFSCar, 2018)
Os materiais são dos cursos de:
  • Engenharia Ambiental
  • Sistemas de Informação
  • Educação Musical
  • Pedagogia 
  • Tecnologia em Produção Sucroalcooleira
O acesso à coleção pode ser feito por meio do link:

Uma iniciativa que nos convida a pensar sobre a importância e necessidade de autoria, coletividade, hipertextualidade na educação do século XXI.